Muitas histórias de mesmo nome.

livro o banquete

O livro O Banquete da autora Inglesa Muriel Spark conta em 170 páginas a história de vários casais convidados para um jantar. Em cada capítulo a autora dá um spoiler do que vai acontecer mais à frente. A autora começa com o jantar, mas ela vai e volta no tempo para apresentar ao leitor todos os convidados em especial Margaret Murchie. Só que todo o mistério que envolvem a personagem, não é resolvido no final. Nada fica bem resolvido. Não ficamos sabendo quem é o assassino que ronda Margaret e não sabemos se Roland resolve se assumir homossexual. Não temos a reação do anfitrião ao saber que Luke está envolvido no roubo. Nada é finalizado.

Trechos do Livro: “Santa Eutrópia…uma santa Medieval para quem as pessoas, especialmente as mulheres, costumavam rezar pedindo que ela as livrasse dos cônjuges.” “Algumas pessoas são do Séc. XVIII, outras do XV…outras do Séc. XX. Todos os psiquiatras no exercício da profissão deveriam ser também estudiosos da história: a maioria dos pacientes está presa à sua era e não consegue se adequar às exigências e aos hábitos do nosso século.” “…não conseguia se livrar do hábito…Quando visitou o Papa…não pode deixar de calcular o valor do seu patrimônio…” “Mas ele é muito bom em jantares…Você pode sentá-lo ao lado de uma árvore que ele conversará com ela.”

O título do livro já serviu de inspiração pra vários autores:

Anúncios

Mesmo Título, outras histórias

quarto azul

Um livro de contos adorável, perfeito pra ler nessa época natalina em que todos parecem precisar aquecer o coração, trocar presentes, ficar em família. O livro o Quarto Azul e Outras Histórias da autora Rosamund Pilcher, de 1985 com 300 páginas que parecem muito menos – de leitura rápida, com histórias sobre o cotidiano da família, as memórias e as lembranças. O melhor conto é Um Dia de Folga, onde a folga do marido, faz com que ele note que sua esposa não tem folga nunca. Um outro muito bom é O Natal da Senhorita Cameron, escrito em forma de boas lembranças. Fiquei fã da autora e quero ler seus outros livros.

Existem outros livros com o mesmo título de outros autores e um traz o subtítulo “inspirado no livro o quarto azul do autor…..”:

 

 

Os Mais Vistos ;)

 

mangaQuero comentar os posts MAIS visualizados do blog nestes seis anos no #SpecialTips #16. É só clicar no título para ver o link.

LIVROS COM O MESMO TÍTULO

Todo mundo já passou por isso de procurar por um livro numa livraria ou biblioteca e o atendente trazer outro de mesmo título. Essa escolha pode ser uma estratégia para vender mais, conforme a moda. Já aconteceu de terminar um conto ou livro e me perguntar: ” aonde o autor enfiou a coisa que ele ofereceu no título?”  Mas os títulos me levam a comprar ou a ler um livro. Por exemplo, livros que falam de livrarias ou de bibliotecas.

musik_buch_324345

LIVROS E MÚSICA

Adoro ler livros que falam de música, e de compositores, e de playlists. E gosto de ler ouvindo música. E tem livro que combina com silêncio. E existe o som dos livros!

 

 

 

 

Contos/dramas de amor

amora

O livro de contos De Amora e Amor do descendente de libanês Elias José, com 75 ´páginas, conta os dramas de um adolescente do interior que se apaixona pela adolescente da cidade que veio passar o verão. Todos os contos com a mesma temática, os dramas de amores adolescentes. Indicado para usar com alunos do ensino fundamental.

Existe um livro de autor estrangeiro com o título parecido, 🙂 não vá confundir:

amoras

Não Conte o Final…

duplotwofaces

Nesta minha edição O Homem Duplo de C. J. Koch tem 330 páginas. Não é o livro mais famoso desse autor australiano, lançado em 1982. A história de três meio-amigos de uma cidade do interior da Austrália que sonham em ganhar a fama em Sidney. Tem muito misticismo, música folk, um pouco de romance e muita história não terminada. como assim? O autor começa com um mistério sobre um homem que o personagem principal conhece quando criança – esse mistério continua um mistério. Depois tem um segredo sobre a personagem Denise, que some no meio da história e ficamos sem saber seu segredo. Só na página 198 ele cita pela primeira vez o título do livro: “…Era como um segundo rosto, e por algum motivo pensei num homem duplo.” Só isso. Muitos personagens são citados nas conversas, mas não vemos, não conhecemos e eles simplesmente deixam de aparecer. Só para quem gosta do desafio de inventar o próprio final. 😉

Também há um livro de mesmo nome (1977), do autor Philip K. Dick que inspirou um filme de mesmo nome (2007) com Keanu Reeves, uma ficção científica que mistura imagens e desenhos dos atores.

 

 

LIVROS COM MESMO TÍTULO #1

Choosing-a-Book-Title

Ao escolher o título do meu livro, descobri que existem vários títulos de mesmo nome: então troquei! Não precisava, na verdade, porque os títulos não podem ser protegidos por direitos autorais. O que vai distinguir os livros com o mesmo título será o ISBN (International Standard Book Number), que segundo a Fundação Biblioteca Nacional o ISBN nada mais é do que um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país, a editora, individualizando-os e identificando-os  inclusive por edição. Uma vez estabelecida a identificação, ela só se aplica àquela obra e edição, não se repetindo jamais em outra.

Vamos aos curiosos livros e seus homônimos. Alguns não tem o mesmo título no original, mas ficaram com o mesmo título na versão em português.

Com o título de A Herdeira.

 

 

 

Com o título de Life After Life.