e-Book Gratuito

e book

Gostaria de informar que o meu livro está gratuito em forma de e-Book na Amazon este mês!! Aproveite para ler e deixar o seu comentário!! =D

“Se você gostou, sugerimos que apoie o trabalho do autor e adquira o livro. Para isso, clique Aqui para comprar. Se curtiu a leitura, por favor, compartilhe.”

 

Anúncios

Lendo a correspondência alheia =D

JACINTOS

A Ilha dos Jacintos Cortados é contada de forma epistolar. Com o subtítulo carta de amor com interpolações mágicas, o autor espanhol Gonzalo Torrente Ballester nos conta em 319 páginas a história fantástica de um professor que tenta ajudar um amigo a provar para a universidade, que sua tese de que Napoleão Bonaparte nunca existiu, é verdadeira. Então ele usa de meios mágicos e fantasia, junto com a namorada do amigo, para visitar essa Ilha mágica e tentar conquistar a moça. Mas depois de conseguir as provas, ela vai embora e ele então escreve essa carta em um diário para que ela veja o quanto ele gosta dela. Durante todo o tempo a história  que acontece na Ilha se confunde com a história no tempo presente entre o professor e a namorada de seu amigo, numa cabana onde estão vivendo.

O estilo do autor me lembra o Gabriel Garcia Marquez e Saramago: texto sem parágrafos, diálogos sem separações no texto, descrições minuciosas dos personagens fantásticos. Trechos do livro: “…e quem come alho, para manter o sangue puro, tem que suportar um hálito incômodo…ao menos  enquanto não se obtenham os alhos inodoros…perdido o mau cheiro, também irão embora outras qualidades.” “Você apareceu pouco depois na porta da cozinha, recuperada para o tempo e para a vida, sem dizer nada…” “…agora me parece tão antiga quanto meu coração, em que ao descer…de uma montanha alemã tive a sensação, ou talvez o sentimento, de penetrar num âmbito sagrado…e me deixava envolvido, possuído, um pouco abalado.” “Napoleão não existiu jamais, foi uma mera invenção técnica para explicar acontecimentos inexplicáveis…”

Uma ótima resenha: Clique Aqui.

Water hyacinth flower in natural water sources

Finalizando 2016

livros-e-eu

Este ano foi muito produtivo em termos de leitura. Fechei minha planilha com 67 livros lidos!! photophoto

Neste ano viajei por autores e histórias de vários países, também recebi visitantes de vários lugares:

paises-total

O menor livro lido tem apenas 40 páginas, mas uma história imensa. O maior livro tem 699 páginas que foram lidas num fim de semana!! 😀

Releituras, livros odiados, desperdício de tempo, livros amados, autores que se tornaram favoritos, histórias diferentes, infantis, mangás, HQ, adaptações, biografia, fatos reais, fantasia, terror, trilogias, nacionais, poesia, filmes, clássicos…De tudo um pouco que é pra manter a chama acesa!!  ❤

Que venha 2017!!

SAMSUNG CAMERA PICTURES

 

QUE TÍTULO É ESSE? :o

 

Um livro louco. Me fez lembrar Jumanji, um filme da Sessão da Tarde em que um menino fica preso num jogo de tabuleiro e acontecem coisas estranhas. Também me lembra o Barão de Münchhausen e Sonhos de Uma noite de Verão, o filme. Porque não se sabe o que é verdade e o que realmente está acontecendo nessa história. E o título? O livro é O Pornógrafo Tímido de Kenneth Patchen, de 1945 com 319 páginas. O autor faz parte da academia de Poetas Americanos.  Porque esse título se não há nenhuma cena mais quente ou quando é descrita, as palavras mais “quentes” são substituídas por asteriscos (***) ou travessão ( __________) ? Algumas edições vem com uma capa em que aparece o seio feminino (?). Será que na época da guerra, as edições vendáveis tinham que ter um teor mais adulto? Ou parecer conter? Porque essa “história” parece se passar num hospício. Os diálogos são surreais. Não há pornografia. O personagem principal escreve um livro e envia para publicação. Os “agentes literários” informam que seu livro foi aceito, mas houve pequenas modificações, para torná-lo mais “quente”. Mesmo sem gostar, o personagem embarca nesse mundo de fantasia, conhece pessoas absurdas, ouve conversas inimagináveis, conhece seres exóticos, se apaixona e vai pro céu.

Trechos do livro: “Essa é uma máquina que escreve livros… Descrição, Personagens, Cenário, Trama, Tipo… suponhamos que você queira uma novela ligeira. Onde ela se passa? Nova Inglaterra. Novela ligeira. É na chave de Tipo. Nova Inglaterra na de Cenário. Cada chave conduz um número de escolhas.”   “…Estendi a mão e peguei um livro. Era The Girl of the Limberlost. O segundo também… assim era o quarto e o quinto… achei que faria muito mais sentido ter um livro de que realmente gostássemos do que uma série de livros que apenas moderadamente apreciássemos.”

dvd-sonho-de-uma-noite-de-vero-16656cx6-14625-MLB3188405614_092012-F