Ler aos poucos

z

Finalizar séries é complicado. Aparece algum livro que vai ser lido na frente e se não houver um planejamento, uma disciplina, eu não consigo me organizar pra ler. Consegui ler mais dois livros da série Musashi. Ele foi um samurai, considerado herói no Japão. Mas o livro não é uma Biografia. O jornalista e autor do livro Eiji Yoshikawa, escreveu baseado nos escritos do próprio personagem. O livro O Fogo, com 229 páginas, continua com os desencontros entre Musashi e a linda e doce Otsu. Também há muitos duelos. O livro O Vento com 329 páginas, finalmente Musashi encontra Otsu, mas o destino ainda não deixa que os dois fiquem juntos. Há um combate épico, muito bem descrito. Estou lendo em e-book, mas há novas edições sendo lançadas. Recomendadíssimo, pra quem curte mangá, sagas épicas, história medieval, uma pitada de romance, mas nada muito doce.

musashi

Quer resenha? Clique Aqui.

cover

O mangá Vagabond foi baseado na história desses livros. E tem até página no Facebook. Também foram lançados vários filmes sobre a saga de Musashi.

Samurai_II_Duel_at_Ichijoji_Temple_poster

 

 

 

Anúncios

Ressaca Literária? =/

As Peças Infernais

A trilogia As Peças Infernais da Cassandra Claire é uma história que se passa em 1878, em uma Londres vitoriana sombria. Os personagens principais são adolescentes de 17 anos, numa época em que as moças se casavam aos dezesseis e os rapazes começavam à trabalhar aos 17 e se sentiam já adultos. Então é só esquecer a idade deles, porque nenhum adolescente é tão adulto quanto esses. E pra ambientar um triângulo amoroso, a autora escreve que o código de conduta dos Caçadores é diferente, aí eles são super século 21. Vamos à história. A autora desenvolveu muito mais seu mundo dos caçadores de sombras, que ela começou em Cidade dos Ossos. Essa história tem começo, meio e fim bem conectados. Só acho que um livro dava pra contar tudo. Mas as capas são maravilhosas!

O Anjo Mecânico com 387 páginas, começa mostrando os personagens Caçadores já se envolvendo com o Submundo. A Tessa, não me convence de ser meio burrinha, meio esperta. Quando se espera esperteza, ela desliza feio. Ela é uma leitora voraz, cita vários romances clássicos e poesias. Se apaixona logo pelos dois melhores amigos, os mais belos e que também se apaixonam por ela. Está formado o triângulo amoroso. O anjo do título é um pingente do cordão que Tessa usa, mas que só será explicado nos próximos livros.

O Príncipe Mecânico com 396 páginas, é toda uma aventura dos Caçadores de sombras e onde o vilão começa a tomar forma. Tessa decide por um dos meninos sem desistir totalmente do outro. Esse livro me prendeu por um motivo: uma previsão. Também acreditei em uma previsão (coisa de adolescente) e parece que a vida segue mesmo o rumo daquilo que se acredita.

O terceiro livro eu li em e-Book. A Princesa Mecânica com 383 páginas, consegue fechar com surpresas toda a história. Claro que partes das aventuras nem precisavam ter acontecido, situações e personagens terciários que não acrescentam em nada à história. Vale à pena como diversão, tem aventura, drama, romance, traição, lealdade, amizade.

Finalizando: Tessa é chata. Will muito amor ❤ . Jem é perfeito! =D

Quer resenha? Clique Aqui.

Livros grandes, uma paixão…. <3

Tag dos Calhamaços

Sou apaixonada por ler livros grandes. Sei que não haverá decepção no final. Sei que vai valer a pena. Como sei disso? Porque o autor tem bastante espaço pra desenvolver intrigas, romances, aventuras, dramas, comédias, de tudo um pouco pra deixar todo leitor satisfeito. E, se nas primeiras cem páginas ele não conseguir, ainda tem mais “dois livros completos” pra ele tentar te convencer de que, afinal de contas, a história era boa.

É claro que os pockets tem seu charme. Não sei como ler na rua um livro grande! 🙂 Alguns livros foram feitos para serem lidos em casa, no conforto do sofá, com uma xícara de chá do lado….

Esses livros grandes são chamados de “calhamaços”, na Tag da Denise Mercedes. Apesar de se tratar de números específicos de páginas….não sei. Tenho livro de 300 páginas, com o texto socado na página e em letra miúda, o que o torna muito maior do que outro com 500 páginas, uma boa margem, letras grandes e espaçadas. Então depende da edição, depende da gráfica, depende…..pois é, depende. Vou considerar então, livros com mais de 400 páginas e apenas os que estão na minha estante no momento. Já que costumo emprestar da Biblioteca e ler e-Books. Vamos lá? 😉

A Tag consiste em escolher livros com as seguintes características:

_Maior livro da sua estante que já leu: O Temos do Sábio, do Patrick Rothfuss com 880 páginas.

Foto0914

_Maior livro da sua estante que não leu: Toda Mafalda, do Quino, com 420 páginas.

Foto0918

_Calhamaço que tem medo de ler: Doutor Jivago, de Boris Pasternak, com 565 páginas. Nunca li os russos, parece ser diferente dos nossos costumes de leitura, não gosto de ler resenhas…então tenho medo de perder tempo com ele. Essa minha edição é de 1959.

Foto0917

_Calhamaço que não sabe porque ainda não leu: História do Estado do Espírito Santo, de José Teixeira de Oliveira, com   670 páginas.  Ganhei esse livro do meu professor, adoro história, comecei e parei. :/

Foto0923

_Livro grande com capa bonita: As Observações, de Jane Harris, com 459 páginas. Adoro essa dama antiga sentada, lendo, e esses textos quase apagados em escrita cursiva, e a caixa do título parece um monograma. E ainda tem manchas como de café derrubado… Fantástica!

Foto0919

_Livro grande capa feia: O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder, com 551 páginas. Não gosto do vermelho alaranjado com marron. Não gosto dos desenhos infantis como se uma criança tivesse desenhado a história da Alice. :/ Sei que faz parte de uma coleção e que em cada livro muda a cor. Não gosto.

Foto0922

_Vergonha de ter abandonado: Mona Lisa de Donald Sasson. Tô roubando um pouco porque tem 396 páginas, mas as paginas com as pinturas não estão numeradas, nem contadas. Vergonha porque eu queria tanto ler esse livro e depois que ganhei, deixei pra lá.

Foto0471

_Leu e não lembra ou quer reler: O Enigma do Oito, da Katherine Neville, com 635 páginas. Lembro que eu e um amigo lemos ao mesmo tempo e tivemos impressões tão diferentes, que eu fiquei de ler novamente, pra ver se eu achava aquilo que ele viu e eu não vi. Então o tempo passou e encontrei um no sebo e não reli ainda.

Foto0926

_último que leu: O Mestre das Iluminuras, de Brenda Rickman Vantrease, com 422 páginas.

Foto0927

_O último que abandonou: Judy Garland de David Shipman, com 582 páginas. Adoro biografias, adoro celebridades, mas não gostei das primeiras cinquenta páginas. :/

Foto0928

_Calhamaço que leu muito rápido: A Hospedeira da Stephenie Meyer, com 557 páginas que eu li em dois dias.

Foto0929

_Um que demorou muito pra ler: A Luneta Ambar, de Philip Pullman, com 572 páginas. Último livro da trilogia Fronteiras do Universo, adorei o primeiro, não consegui terminar o segundo e me forcei durante seis meses pra terminar o terceiro!! É muito da mesma coisa!

Foto0930

_um que deixou saudades: O Nome da Rosa, do Umberto Eco, com 562 páginas. Li duas vezes antes de ver o filme, li mais umas duas novamente… ❤ E vou reler sempre que der saudade.

Foto0931

_um que te fez chorar: A Chave do Portão, de Kate Hickman, com 418 páginas. Estava numa fase meio fragilizada, e a história de alguém que se perde de quem ama, me fez chorar. ;(

Foto0932

_Próximos calhamaços: tenho vários em e-books, mas como vou contar só os da minha estante, o escolhido foi O Tempo entre Costuras de Maria Duenas, com 474 páginas.

Foto0934

Editando (sorry) os outros calhamaços são: A Máquina de Xadrez, do Robert Löhr, com 403 páginas.

20151001_172943

O outro é: O Cavaleiro do Telhado e a Dama das Sombras, de Jean Giono, com 469 páginas.

20151001_173010

E finalmente: A Noiva Ladra de Margaret Atwood, com 478 páginas.

20151001_173027

Então, agora vamos ler. 😀

Que venham muitos mais livros!

#OdiadaTatianaFeltrintemmaisde24horas :/

photoHOMENAGEM A TATIANA FELTRIN 

Eu preciso compartilhar essa hashtag! #odiadaTatianaFeltrintemmaisde24horas  :/

Ela é minha blogueira/vlogueira favorita.

Então, gente. Ela escreve sobre livros. E faz vídeos muito bons. Mas não é só isso.

Pensando bem, pra escrever o blog poe fazer os vídeos… ela lê. Muitos livros! E faz anotações em um caderninho invejado! 😀

E não lê só livros físicos: nos ensinou a usar o kobo para leitura de e-Books.

Não, ela não lê só livros clássicos ou Teoria Literária! Ela se diverte e nos diverte, lendo mangás e quadrinhos!

Participa de desafios literários e responde Tags. Ainda participa de Bienal e encontro com fãs. E faz videos

com amigas blogueiras.

E ainda tem as músicas – que ela tem um bom gosto musical não se discute! Pode ser influência do fantástico HP.

Todo mundo sabe! =)

E tem mais: comenta sobre filmes e séries que assiste, uma coleção ma-ra-vi-lho-sa!

Vamos recapitular: ler, escrever, comentar, gravar e editar videos, assistir filmes e séries, cumprir metas,

trabalhar, viajar (ela grava em São Paulo e no Rio), participar de eventos, tem vida social, encontra com

as amigas, responde e-mails e comentários, tem que dar atenção ao marido, tem que almoçar, jantar,

tomar banho, dormir…….

UFA!! Eu não daria conta!

Acabei de fazer as contas e descobri que o dia da Tatiana tem mais de 24 horas! :p

Pra você que precisa de inspiração, porque acha que seu dia encolheu, os links estão aqui:

https://www.youtube.com/user/tatianagfeltrin 

http://www.tatianafeltrin.com/ 

Banner