Novela ou Conto?

fantasma

O livro O Fantasma de Canterville do escritor Oscar Wilde, com 105 páginas, tem um subtítulo: uma novela e três contos. Qual o parâmetro que mede cada um?

NOVELA:
  1. 1.
    lit narrativa breve, maior do que um conto e menor do que um romance, e que se caracteriza por apresentar uma espécie de concentração temática em torno de um número restrito de personagens.

CONTOS:

  1. 1.
    lit narrativa breve e concisa, contendo um só conflito, uma única ação (com espaço ger. limitado a um ambiente), unidade de tempo, e número restrito de personagens.

Nesta edição da Série Reencontro numa adaptação de Rubem Braga temos a primeira história que dá nome ao livro contada em 38 páginas, portanto uma novela. Aqui uma família americana vai morar numa mansão inglesa onde mora um fantasma que costuma expulsar os inquilinos. Mas o coitado do fantasma sofre nas mãos das crianças. Até a vingança final.

A segunda história em 15 páginas é um conto fantástico onde foguetes (fogos de artifício) conversam com animaizinhos. Trecho do conto: “…Não deixarei de lhe falar só porque não me presta atenção. Gosto de me ouvir falar. É um dos meus maiores prazeres. Frequentemente passo muito tempo a conversar sozinho, e sou tão sagaz que às vezes não entendo uma única palavra do que digo.”

A terceira história é um conto de 21 páginas e conta aquelas histórias que tem uma lição de moral no fim: aqui se faz, aqui se paga.

A mais triste história é o conto final com 23 páginas onde um anão corcunda e deficiente não sabe que é feio até se ver num espelho e sofrer bullying da princesa que amava…e morre de coração partido

Vários filmes para o cinema e Tv foram adaptados; também histórias em quadrinhos e teatro. A primeira versão foi uma comédia em 1944 e o mais recente um drama de 1996.

 

Anúncios

…se sentindo incomodada :/

O que me incomodou….foi o título!! Porque não manter o título original: Três Histórias? Será por causa do conto do jogo de xadrez? Mas o importante ali não era o combate, ou ganhar, ou perder. Porque todos perdem no final.

Mas com certeza o livro Drei Geschchten, do autor Patrick Süskind com 86 páginas, vai se tornar o favorito do ano!!! Que delícia de leitura!! Livro pra ler em um só dia!!

Reclamações: um dos contos, sobre moluscos, é meio filosófico, com detalhes “técnicos” e tenho que ler novamente pra definir se vale a pena.

Trecho do livro: “O que vou te dizer agora é inaudito, e quando eu tiver aberto os teus olhos verás um mundo novo e não poderás mais continuar vendo como antes. Esse mundo novo será horrendo e angustiante. Não alimentes a ilusão de que possa restar qualquer esperança ou consolo para ti, a não ser que agora conheces a verdade e que essa verdade é absoluta.” “A ignorância não é uma vergonha: para a maioria dos homens ela constitui a felicidade.”

contos ou crônicas?

86429_hospede-na-sacada-um-44215_m2_635833637386658000

contocronica

Todos os contos/crônicas desse autor nacional Liberato Vieira da Cunha, no livro Um Hóspede na Sacada com 125 páginas, são muito bem escritos e interessantes! Gostei de vários contos – porque pra mim, são todos contos; não há nenhuma crônica neste livro. Um deles usei em uma mesa redonda da pós-graduação. É bom descobrir bons autores nacionais, mesmo que o autor que tenha cursado jornalismo na Alemanha, o que dá um toque irônico-nobre à sua escrita. Não tem a ginga e o humor escrachado do brasileiro. Indico e vou ler novamente. =D

Trechos do livro: “…mas não lerás os livros apenas para aprender coisas. Lerás porque são bons de ler; e porque neles tua própria vida se transforma em outra vida.”

“…e em cada sonho há um barco, uma praia, uma estrela. Em cada sonho há um pássaro que saúda o sol com uma canção e não há rei que a cale…”

Contos Universais

851795

A Coleção Para Gostar de Ler, nesta edição de 1988, foi uma das minhas séries favoritas quando criança. O volume 11 traz contos de autores famosos e o meu conto favorito foi A História de Keesh, do Jack London. SURPRESA! Só li um livro dele e não gostei, mas o conto é muito bom. Claro que tem Poe com seus suspenses, Maupassant com suas tragédias bem contadas. Recomendadíssimo. Leia a história dessa coleção. =)

Essa coleção da Ed. Atica, teve 47 volumes e vários autores, alguns desenhos e um suplemento de estudos para ajudar a analisar os textos.

Começo, meio e fim: completando a história.

images (1)

“Moram um homem, sua mulher e uma filha recém-nascida numa cidade pequena. Uma casa num bairro elegante no meio do nada, vizinhos longe.

Como gerente de uma loja de departamentos na cidade, faz uma compra que não sai, encalha nas prateleiras. O Senhor P… começou como operário na fábrica, casou com a filha do patrão e tenta mostrar que pode sustentar sua família. Tem orgulho de ter começado do nada. Não aceita que a crise no país ( anos 20) possa fazê-lo perder tudo aos 40 anos. Ele decide fazer qualquer coisa, para dar a volta por cima, mesmo que seja ilegal.

o homem conversa com sua esposa em sua bonita casa na hora do jantar e diz que os negócios vão mal. Ela diz que a bebê acabou de nascer e que eles precisam de dinheiro, que podem pedir à família dela. Ele se nega e diz que vai dar um jeito.

 Ao sair para fumar, vê um circo nas proximidades, vai caminhando até lá.  Uma tenda de cartas é a primeira coisa que vê. A tenda parecia se mover diante de seus olhos. Talvez fosse impressão. Entra e vê uma cigana. -Posso ler sua mão, senhor? Ela diz que pode ajudá-lo a resolver o problema da fábrica.

_Minhas bonecas não vendem. Faço qualquer coisa para que dê certo. Ela  lhe dá uma boneca.

_Guarde essa boneca e distribua as outras que estão na loja, e seu estoque vai acabar. Mas não reclame da troca justa.

No outro dia, ele distribui as bonecas e em três dias todo o seu estoque é vendido.

Ele retorna à cigana: _Faço qualquer coisa para ficar rico.

_Coloque a boneca no berço de sua filha.

…………..

Ele começa a enriquecer e se envolve com a secretária, mais jovem e bonita. Sua esposa descobre e entra em depressão. A família dela a interna para tratamentos.

Ele vive sua vida de rico e com sua amante.

Um dia ao retornar à casa, ouve a nenêm chorando e vê sua esposa agarrada no pescoço da criança. Tenta salvar a nenêm correndo pela rua com ela nos braços. O vizinho ajuda,mas não consegue salvá-la.

A mulher vai a julgamento; _Vi minha mulher estrangular nossa filha enquanto ela dormia.

O corredor da morte.

Procura o sogro. Descobre que sua mulher deixou sua parte na herança para o hospital. O sogro despede-o

Procura a cigana. O circo se foi.

Ao entrar na casa, vê uma correspondência do banco solicitando que deixe a casa que está hipotecada.

Senta no quarto e olha pro berço. A boneca senta, olha pra ele virando a cabeça e começa a rir, gargalhar.

ele paga com sua família o preço de sua ambição.” *

download (1)

*copyright by Deborah Jäger

Mês do Horror é todo mês =D

ContosTerrorPoe

Pra quem como eu adora filmes e livros com histórias de suspense, terror, não espera o mês de outubro para ler as tais histórias. Essa semana li Contos do Terror, de Edgar Allan Poe, com 94 páginas, e não traz os melhores textos, mas inicia com O Gato Preto que é muito bom. Essa edição da coleção Fantásticos Econômicos Newton, também traz uma breve  nota bibliográfica sobre o autor e suas obras em ordem cronológica. E diz que o texto é integral.

São sete contos e os melhores foram A Queda da casa de Usher e O Coração Denunciador. Eu li este último à noite. =D eu não tenho relógio despertador, daqueles antigos que fazem tic-tac, mas durante a leitura eu comecei a ouvir um som de relógio! Foi horrível! hhh

Quero ler mais autores que escrevem horror e suspense, meus gêneros favoritos. E nem vou esperar o mês do horror.

Quer resenha de um texto? Clique Aqui. 😉

gatopreto

Teoria e Prática da Leitura

pedagogia-en-livros-universitarios-13786-MLB2738990690_052012-Y

O livro Discurso Literário: seu espaço da autora Diva Vasconcellos da Rocha, com 144 páginas, mostra as formas de analisar um texto com base em conceitos teóricos. “No fundo da prática científica, existe um discurso que diz: “nem tudo é verdadeiro; mas em todo lugar e a todo momento existe uma verdade a ser dita e a ser vista, uma verdade talvez adormecida, mas que no entanto está somente à espera de nosso olhar para aparecer, à espera de nossa mão para ser desvelada. A nós, cabe achar a boa perspectiva, o ângulo correto, os instrumentos necessários, pois de qualquer maneira ela está presente aqui e em todo lugar.”                                                                                                                                                          Vemos que toda leitura terá diferentes interpretações, porque isso envolve a bagagem literária do leitor, envolve a carga emocional diante daquele texto, envolve as experiências visuais e auditivas. O contador de histórias faz exatamente isso com sua platéia infantil, para transformar a teoria da leitura em prática: ele mostra figuras e objetos, imita os sons narrados no texto. Faz com que a história “crie” vida.

A parte final do livro nos brinda com dois contos: Adamastor da Nelida Pinon; O Crime do Professor de Matemática da Clarice Lispector.

contos3