Vamos contar um conto? =D

Esta minha edição do livro A Árvore que Dava Dinheiro do autor Domingos Pelegrini, com 93 páginas faz parte da Coleção Veredas da Editora Moderna para o público infanto-juvenil está na 35ª edição.

A história é o que o título promete: uma árvore resolve distribuir dinheiro para a cidade.  E aí ninguém quer trabalhar mais, ninguém cozinha, ninguém lava, e o povo da cidade resolve ir morar na cidade grande. Acabou? Não. Aí recomeça outro conto: o dinheiro vira pó quando sai da cidade. A televisão vem e os turistas querem aproveitar a cidade. Todos os moradores aproveitam pra ganhar dinheiro de verdade. E criam restaurantes, hotéis, passeios. E os turistas acabam com a cidade, jogam sujeira nos rios, nas praças e as árvores páram de dar dinheiro. Acabou? Não. Aí começa outro conto: Eles resolvem destruir todas as árvores, retomar a cidade. E as que nasceram começaram a dar frutos. E eles venderam doces, geléias, bolos….

Qual a moral da história?

Bem, começando pelo título, já que a árvore pára de dar dinheiro no meio do livro. Uma das capas, mostra os três personagens “principais”: um morre no começo, a outra some da cidade e só volta no final, o outro parece inteligente e depois…não diz a que veio. Já a outra capa mostra a mesma cidade em duas situações: o bem e o mal causado pela ganância. Acho melhor.

Quer resenha? Clique Aqui.

Anúncios

tag

Canal da Juh Sporh criadora da Tag Minha Estante, Meu Mundo.

As categorias da TAG são:
1) Um marcador que você gosta muito: 

meus marcadores artesanais =)

tag 2
2) Dois títulos que você acha incríveis:

Ângulo de Repouso – significa aquela posição em que você inclina a cadeira e fica em apenas dois pés sem cair  😉

transferir-2

Por um Simples Pedaço de Cerâmica- só o título já parece poesia, e a história é poética.


3) Duas folhas de guarda que você acha bonitas da sua estante

Crime e castigo:

img_20150225_114002536

O Vermelho e o Negro:

foto1157
4) Três edições que te agradam (diagramação, tradução, tipo de página – conjunto completo do objeto-livro)

A Parisiense, Crime e Castigo e Meio Sol Amarelo
5) Um livro que você sempre indica

Rebecca de Daphne du Maurier, porque tem um final surpreendente e tem mistério, romance, sobrenatural.

rebecca
6) Dois livros que você indica para uma maratona literária

Anna e Pedro, qualquer um da Ellis Petters. São livros pequenos e de fácil leitura. E a história prende a atenção.


7) Três capas lindas da sua estante

O Mestre das Iluminuras, Papoulas Vermelhas e A Chave do Portão

iluminurastransferirtransferir-1
8) Sugestão de um conto

suspense, mistério, O Coração Delator de Edgar Allan Poe:

1462

 

DESENVOLVENDO A HISTÓRIA

Existem vários diagramas que podem ser usados para organizar as idéias. Veja no nosso Facebook  alguns modelos. Eu uso uma planilha. Mas nossa historia é pequena, então vamos continuar.
Acrescentando flocos:


Parte um: Um escritor pobre que precisa de dinheiro. O escritório para quem trabalha, tem recusado seus últimos textos. Outros lugares pagam melhor. Decide viajar os 200km e ir ver esse novo emprego. está hospedado num hotel. Veio aqui para ver o emprego, mas chegou muito tarde. Alguem já tomou a vaga. Desperdício do pouco dinheiro que ele tem. Ouve gritaria, muito barulho e confusão, apesar das altas horas. O hotel  começa a pegar fogo.
Explicando: Acrescentamos aonde ele trabalha. Não é um trabalho fixo: ele é free-lancer. Viu um anúncio de outro emprego e foi lá ver, por isto está num hotel. Colocamos o horário do acontecimento: à noite.
Parte Dois: “tudo de errado acontece comigo”, começa a recolher sua mla para também sair, após ouvir a sirene de incêndio. Olha pela janela e vê muita gente lá embaixo apontando para cima, onde há muita fumaça. Abre a porta e o corredor está vazio. Começa a andar até a outra ponta do corredor, para descer pela escada -não vai arriscar o elevador – são cinco andares! Ao passar pelas portas entreabertas, vê uma mala aberta sobre uma cama – dinheiro e jóias chamam sua atenção. Ele ouve o barulho dos bombeiros chegando. “Em menos de 10 minutos eles estarão aqui.” Ele resolve passar nos quartos enquanto as pessoas fogem e roubar seus pertences.
Ao chegar à calçada ele vê pessoas tentando descobrir o que pode ter acontecido.
(Na saída ele conta para um homem parado na calçada o que ele fez. )
Homem: O senhor estava nesse hotel?
Estava no quinto andar. demorei a sair porque pensei em procurar alguma coisa nos quartos. Já pensou nisso?
O homem riu. “Tem quem faça isso?”
_As pessoa não se preocupam com os seus pertences, só em salvar a própria pele.
_Não devia me contar isso, já que não sabe quem eu sou. Eu sou um policial. Poderia ver sua maleta?
Explicando: já sabemos o que ele fez e que o homem que conversa com ele é um policial. Como ele vai sair dessa? Agora vamos voltar no tempo e contar a versão dele de como ele pensou para não ser pego.
Parte Tres:_Só tem papel aqui na sua maleta!
_Não são papéis. Eu sou escritor. Esse é o livro que estou escrevendo.
_Então como disse que poderia pegar coisas dos outros nos quartos?
_E eu peguei: peguei a história do hotel que pega fogo, enquanto um gatuno rouba os quartos. Eu uso as suas histórias.
_Então boa sorte no seu livro.
_Obrigado.

Explicando: Ele conseguiu se sair bem com o policial, mas como ele escondeu o roubo?Aí você faz o capítulo final fechando com chave de ouro
Final: O policial se afasta. Ele olha pra cima e vê que o fogo foi controlado. Algumas pessoas já se aproximam das portas do hotel. Ele se dirige ao recepcionista: posso pegar minha mala que deixei na recepção ontem, quando me registrei?
_Sim, Sr X.
_Quarto 112.
_Aqui está.
_Obrigado e boa noite.
Ao sair no ar frio da noite, ele caminha sorrindo sozinho. Que boa idéia de deixar sua mala na recepção ontem. Quando desceu foi só trocar as malas e esperar pra resgatá-la. Ao sai, deixou a mala cheia de papéis em branco no chão da recepção.
“Pra onde devo ir? Uma praia é um bom lugar para me inspirar e escrever meu próximo livro!”
……


E aí? gostaram do conto? Podemos colocar mais flocos de neve em cada parágrafo. Podemos contar que ele recebeu uma ligação do seu ex-chefe cobrando um trabalho. Isso mostra a pressão que ele sofria. Pode…
Sei lá. Me dê sua opinião, seu comentario.