“Arrumação demais mata o livro”*

O livro de não-ficção Para Ler Romances como um Especialista do autor e professor Thomas C. Foster mostra em 286 páginas como são as aulas de interpretação de textos de clássicos e contemporâneo, e a forma de ler como uma nova experiência. É um livro pra quem já lê ficção há bastante tempo, pra não se sentir perdido nas citações que ele faz de várias obras. Li muitas das obras citadas ou algum outro texto do autor citado e isso ajuda muito a entender o esquema acadêmico do livro. O autor defende é o papel da leitura ativa e criativa. Mas precisa ter uma boa bagagem cultural, não só de livros, mas de filmes e de jornais e revistas. E livros sobre todos assuntos, não só romance/ficção. É uma descrição acadêmica, como se um estudante de letras estivesse em sala de aula.

*o título foi retirado da página 250, linha 2.

Trechos do livro: “Seu interesse não está em recriar verdadeiramente a Dublin mas em criar uma Dublin que seus personagens possam habitar. O que ele faz é enganar o olho…” “Embora seja feia, chocante e repulsiva, isto é, em uma análise, mera obsessão. A coisa na qual ele é viciado, a coisa que tira Nabokov do sério, é a linguagem…parece pensar que sua bela narrativa justifica sua conduta hedionda, que belas palavras tornam elegante uma moral de esterco.” “Um romance sem leitores ainda é um romance. Tem um significado, já que teve pelo menos um leitor, a pessoa que o escreveu. Sua gama se significados, no entanto, é bastante limitada. Adicione leitores, adicione significados.” “…de onde eles tiram suas idéias? De todo lugar. E de um lugar em particular. Os romances vêm de um grande número de fontes, a mais importante das quais é sempre a experiência pessoal.”

COMO SE ORGANIZAR PARA LER

Readers-bed-sheets

Alguns escolhem certos horários, lugares e até poltronas especiais para ler seus livros e revistas. Mas, para quem realmente é viciado em ler, qualquer hora e qualquer lugar é válido. Para quem relega a leitura a terceiro plano, mas faz parte das metas para a vida, de começar a ler mais, o certo é se organizar para ler.

Ter um quadro ou uma planilha, ajuda. Se você ler vinte páginas diariamente, no final do mês tera lido 600 páginas, a média de 3 livros. Seriam 36 livros por ano. Uma média muito boa pra quem está começando é um livro por mês. Escolha um livro do seu estilo, divida-o em quatro partes (quatro semanas no mês). Aí divida cada parte em 5 partes -uma pra cada dia da semana, se você escolhar apenas de segunda a sexta. Pode marcar o livro com Post-it. Fiz isso com “Os olhos do Dragão –Stephen King‘ de 282 páginas e deu cerca de 10 páginas por dia. Para mim, 20 minutos de leitura, com certeza, lendo com calma.

Não gosto de novelas, então tiro o horário para ler. Quem tem paixão pela leitra, sempre inventa uma desculpa para ter um livro em mãos. Para mim, vale de tudo, desde teóricos sobre assuntos que me interessam – e são muitos!, até os que falam de vinhos, perfumes, histórias e estórias, ficção ou biografias, livro físico ou digital, dando preferência à tê-lo em mãos. Consigo ler, sem problemas 3 a 4 livros simultâneamente.

Para realmente gostar de ler, precisa começar, até que de repente, um autor ou uma história te pega de jeito e aí… bemvindo a rehab literária, querido.

rehab