Muitas histórias de mesmo nome.

livro o banquete

O livro O Banquete da autora Inglesa Muriel Spark conta em 170 páginas a história de vários casais convidados para um jantar. Em cada capítulo a autora dá um spoiler do que vai acontecer mais à frente. A autora começa com o jantar, mas ela vai e volta no tempo para apresentar ao leitor todos os convidados em especial Margaret Murchie. Só que todo o mistério que envolvem a personagem, não é resolvido no final. Nada fica bem resolvido. Não ficamos sabendo quem é o assassino que ronda Margaret e não sabemos se Roland resolve se assumir homossexual. Não temos a reação do anfitrião ao saber que Luke está envolvido no roubo. Nada é finalizado.

Trechos do Livro: “Santa Eutrópia…uma santa Medieval para quem as pessoas, especialmente as mulheres, costumavam rezar pedindo que ela as livrasse dos cônjuges.” “Algumas pessoas são do Séc. XVIII, outras do XV…outras do Séc. XX. Todos os psiquiatras no exercício da profissão deveriam ser também estudiosos da história: a maioria dos pacientes está presa à sua era e não consegue se adequar às exigências e aos hábitos do nosso século.” “…não conseguia se livrar do hábito…Quando visitou o Papa…não pode deixar de calcular o valor do seu patrimônio…” “Mas ele é muito bom em jantares…Você pode sentá-lo ao lado de uma árvore que ele conversará com ela.”

O título do livro já serviu de inspiração pra vários autores:

Anúncios

Indicação de Youtubers

YouTube1

A indicação do #SpecialTips #9 é de conteúdo na internet. Especialmente, vídeos. Tem aqueles que a notificação me deixa feliz. Tem aqueles que sinto saudade e assisto os vídeos baixados. Tem aqueles que vejo apenas o que me interessa no momento. Todo mundo tem gosto variado, e o You Tube tem conteúdo pra todo mundo: culinária, artes, educação, cinema, livros, comédia, tudo misturado…

Encontrar Bons conteúdos é realmente procurar agulha em palheiro. Mas os canais que eu gosto, descobri através de indicações. Então vamos lá.

Uma estudante de cinema Sophia Lautert, mostra que estudar cinema pode ser o caminho para mostrar boas imagens num canal. Ela tem um gosto alternativo para se vestir,ver filmes, ouvir música.

Para ter idéias e preencher um Planner, é só visitar o canal da Kara o Boho Berry e assistir passo-a-passo como fazer seu Bullet Journal. A Amanda também tem idéias ótimas para bullet, mas ela também fala de viagens, maquiagem, vida saudável. Esses canais são em inglês.

Para ter idéias e dicas para um canal ou mesmo blog, o canal da Bruna é uma verdadeira aula. Ela também faz vlogs e fala sobre livros.

Para quem procura uma oficina de escrita de textos, o canal do escritor Henry Bugalho tem dicas e ele costuma ler e comentar os textos da oficina. 😉

Para quem se mantém estudando, a Mariana dá dicas de organização no estudo.

Para quem gosta de melodias alternativas, para fundo musical o do HP Charles é muito bom!

 

 

Livro Ilustrado

 

paulo livro-palavras-essenciais-paulo-coelho-D_NQ_NP_737721-MLB20835740081_072016-O

O livro ilustrado Palavras Essenciais com frases do autor nacional Paulo Coelho, com 104 páginas, com aquarelas de Ana Cenzato, trás textos de vários livros do autor. Dividido em sete capítulos que são denominados: Os Sonhos, O Amor, A Sabedoria, A Felicidade, Viver a Vida como uma Aventura, O Destino, Deus, Ser um Guerreiro da Luz.

Eu li quase todos os livros do autor na minha adolescência, e gostava de fazer parte daquela fase de livros místicos. não sei se gostaria das histórias novamente, mas alguns textos desse livro, são ótimos. Vale a leitura, vale os desenhos.

Nesse período de tão grande intolerância, de todas as formas, a página 88 trás a mais perfeita pintura e texto:

paulo1

A liberdade de estar preso

O mangá  Na Prisão do Kazuichi Hanawa, com 234 páginas,  é uma descrição feita  de forma visual, pelo escritor, após sair da penitenciária onde cumpriu pena por compras de armas. Na introdução ficamos sabendo que ele foi preso para servir de exemplo , num Japão pós-queda da União Soviética. As imagens mostram o dia-a-dia na vida dos presidiários, mostra que é tudo muito organizado, a alimentação é muito bem elaborada e faz com que os presos se sintam bem cuidados pelo governo. A história mostra que o que ficou na mente dele foi alguns flashes do cotidiano e a comida japonesa. Minha única reclamação: as imagens em preto-e-branco. De novo. Como em “Maus” um quadrinho que fala sobre a guerra, as imagens em p&b devem servir pra mostrar o caos, a fase ruim, demonstrar coisas negativas. Mas apesar de se passar numa prisão, não senti negatividade nessa história. Devia colorir algumas figuras, deixando o tom mais alegre. Mas vale a pena. =)

Na Prisão - Kazuichi Hanawa (4)