A ARTE DE LER… =)

Finalizada a leitura de Roleplaying Game, ficou a dúvida se livros que se dedicam a outros temas

que não o de contar histórias, são considerados “literatura”. Se considerarmos “literatura” como aprendizado, qualquer

livro pode transmitir conhecimento, como um livro de gastronomia enriquece o conhecimento de quem se dedica à arte do fogão e mesa.

Se considerarmos “literatura” como diversão, os livros de Jogos  (RPG) também contam histórias e ajudam na criatividade, no sentido que os jogadores fazem parte do processo de inventar, criar, elaborar todo o roteiro da diversão.

Este livro foi escrito por Sonia Rodrigues filha do escritor Nelson Rodrigues, para uma tese de doutorado sobre os jogos de RPG. Apesar de teórico o livro tem em suas 207 páginas, curiosidades para quem gosta de escrever, porque o jogo de RPG nada mais é do que se organizar para contar uma história.

Um trecho do livro para vocês: …”um dado fundamental na adolescência que, infeliz ou felizmente, a idade adulta trata de sufocar: o romantismo desvairado do amor cortês, capaz de tudo pela amada, sem, necessariamente receber em troca o amor carnal. Numa idade em que as paixões são muito mais numeosas do que sua realização concreta…”

#muitoamor

MAIO COM LEITURAS!

A leitura de final de maio foi A Passagem do Anjo, livro de John Sack.

Sobre lobos e padres o livro se passa num periodo com histórias de

brigas entre o clero e a nobreza pelo poder nas cidades da Italia.

Com um mistério sobre famílias lupinas agraciadas com um poder de

enfrentar a igreja por causa dessa maldição familiar…vemos o livro

terminar deixando várias histórias sem final, vários personagens morrerem sem motivos.

Parece que o autor não tinha uma idéia do motivo que fez acontecer toda a história.

Porque a família foi amaldiçoada? Porque a maldição foi quebrada nas linhas finais?

Porque o Papa odiava a familia lupina?

Você espera pela solução do mistério que não acontece nas 336 páginas. Frustada.

Quer resenha? Veja aqui.

Little Bowls On Sticks

Nova descoberta na meia idade.kkkk

Síndrome Do Quê?!

Primeiro gostaria de pedir desculpas por não ter feito post nenhum semana passada. Fiquei enrolada com algumas coisas da escola e achei melhor deixar o prejuizo para o feriado.
No último post, um dos itens falava sobre a “Teoria das Colheres”. Achei a teoria perfeita porque é simplesmente tudo que eu sempre quis que as pessoas entendessem, mas nunca soube como explicar. Relembrando: a Teoria das Colheres diz que, quando se tem uma doença crônica (como a SVC) ou uma deficiência, você acorda com um certo número de colheres. A Cada coisinha que se faz que demande um certo esforço da sua parte, seja físico ou emocional, você perde uma colher, até não ter mais nenhuma.
Em se tratando da Síndrome do Vômito Cíclico, digamos que, sempre que eu zero minhas colheres, eu tenho uma crise. Eu não diria que eu receba um certo número de colheres por dia

Ver o post original 245 mais palavras

LEITURAS E DICAS DE LEITURAS

 

Finalizei o livro Comprometida da Elizabeth Gilbert.  Parece um livro acadêmico, mas pra

quem leu o primeiro livro: Comer, Rezar e Amar, sabe do que se trata a história e embarca

na viagem. Pra quem pensa em casamento, com idéias românticas… são pedras em seu telhado de vidro, baby!

DICAS DE LIVROS:

A Outra Mulher – 1995. História de um triângulo amoroso cheio de mistérios.

Doce Companhia –Laura Restreppo – livro que fala sobre anjo e uma jornalista cansada de seu emprego.

A Senhora das Especiarias – Chitra Divakareini – livro  encantado que fala de emoções em meio à culinária.

A Mulher que Escreveu a Biblia -Moacyr Scliar – De como o mundo seria bem melhor, se

as mulheres estivessem no comando! 🙂

Um Pai Obediente – Akhil Sharma – História indiana,em que a obediência ao

tutor da família chega a extremos.

 

 

CURIOSIDADES DO MUNDO LITERÁRIO! :0

snoop11-610x6743

Sempre os músicos rebeldes inventam algo novo pra vender e promover sua música.

Dessa vez foi Snoop Dogg que trouxe a novidade de um livro, com a capa toda em cannabis sattiva – matéria prima da maconha – e as páginas próprias para enrolar o fumo com o nome de  Rolling Words – A Smokable Songbook.

As páginas do livro, que trazem letras de diversas canções do rapper, são feitas inteiramente com papel para enrolar fumo, incluindo uma extremidade colante para facilitar a manufatura do cigarro e na lateral do livro, uma parte em pólvora áspera – como uma caixinha de fósforo, própria para acender o produto em caso de necessidade.

A matéria não cita nada a respeito de autorização policial para venda do “produto”, mas não deve ser recomendado para menores. rsrsr