Sendo escritor: check-list

Fazendo maratona dos vídeos do Henry Bugalho, achei essa preciosidade! Quem disse que preciso me formar em Literatura pra produzir literatura? Vamos falar então das necessidades de alguém que pretende escrever um livro:

#1 – Ser fluente no idioma da escrita – incluindo português!! Então, estudar gramática e usar as palavras corretamente ajuda muito. Pode usar corretor, revisor, pedir ajuda.

Desconstruindo #1 – Geralmente a história oral, quando transcrita, deve obedecer os erros dos contadores de história, ou do personagem, como em Grande Sertão Veredas, onde os personagens falam conforme a população local: “…Eu apeei e amarrei o animal num pau da cerca. Pelo dentro, minhas pernas doíam, por tanto que desses três dias a gente se sustava de custoso varar: circunstância de trinta léguas. Ah, a mangaba boa só se colhe já caída no chão, de baixo… Nhorinhá…”, “…ada, nada vezes, e o demo: esse, Liso do Sussuarão, é o mais longe – pra lá, pra lá, nos ermos. Se emenda com si mesmo. Água, não tem. Crer que quando a gente entesta com aquilo o mundo se acaba: carece de se dar volta, sempre. Um é que dali não avança, espia só o começo, só. Ver o luar alumiando…”

#2 – Ler muito – É claro que ler livros traz uma carga muito boa para quem vai fazer exatamente isso: livros. Os grandes escritores, chamados clássicos, são considerados os mais difíceis de ler. Então pode escolher um assunto interessante e com certeza vai ter um livro sobre isso.

Desconstruindo #2 – Existem outras formas de criar uma bagagem cultural para ser usada pra quem gosta de escrever, mas dorme quando começa a ler um livro. Ver filmes, visitar museus e feiras culturais, ler história em quadrinhos  viajar e até ouvir música! Áudio Book pode ser uma tentativa de leitura.

#3 – Faculdade de Letras – estudar é sempre bom, e o curso de Letras coloca o aluno em contato com escritores e com a análise do texto.

Desconstruindo #3 – nem todo grande escritor se formou em Letras, ou mesmo teve uma educação formal. Conheço gente de Letras que nunca leu um livro inteiro!! Lê apenas o resumo e assiste video-resenha sobre o assunto. Pensando bem, Jornalismo tem mais a cara da escrita.

#4 – Conhecer o assunto – é mais fácil escrever sobre aquilo que se conhece. Se alguém escreve um livro de receitas, o mínimo que se espera é que ele tenha testado cada uma delas!!

Desconstruindo #4 – então não posso escrever nada fora do meu universo? Claro que sim: é pra isso que servem as pesquisas! Ou mesmo criar algo novo que nunca existiu, como fez Tolkien na trilogia Senhor dos Anéis.

#5 – Escrever muito – A escrita deve ser contínua e preencher várias páginas por dia. E revisar ao final de cada capítulo.

Desconstruindo #5 – Não precisa escrever muito – pode ser um pouco, todos os dias. Não precisa ser contínua – pode escrever várias coisas diferentes. E, só pra contrariar, deixe pra revisar no final. Mesmo. 😉

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Sendo escritor: check-list

  1. Pingback: ESCRITA COMPARTILHADA | PROJETOS NO PAPEL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s