Tag: Sobre Escritores

capa

 

Fui tagueada pela Mayara do blog Devaneadora de Idéias para mostrar minhas idéias sobre escritores. Vamos lá!

1.                 O escritor que te iniciou no mundo da leitura
Leio desde antes de saber realmente ler. Mas na escola eu comecei com José de Alencar: Senhora.  Já reli e é muito bom!

2.                Um escritor que te ganhou de volta e um que te perdeu para sempre
Eu dou chance para livros, não para autores. Mas eu disse que não ía mais ler Cassandra Claire e amei As Peças Infernais. Um que nem tinha me ganho, mas me perdeu foi o Nicholas Sparks.

3.                Um escritor brasileiro e um estrangeiro
Moacyr Scliar – George R. Martin

4.                Um escritor “zona de conforto”
Sophie Kinsella

5.                Um escritor que você traria de volta dos mortos
Umberto Eco

download (1) download (2) download

 

Lendo o Séc. XVIII

livro-forte-e-o-cristalem-capa-dura-daphne-du-maurier-160111-MLB20456810897_102015-O

Será que gostar muito de autor, me fará gostar de todas as suas obras? Não necessariamente. O livro Rebecca é um dos meus favoritos da vida. E não posso dizer o mesmo de Forte é o Cristal de Daphne du Marier, com 375 páginas nessa edição de 1974. conta a história de uma familia de vidreiros, com suas fornalhas e trabalhadores do vidro, seus problemas familiares, problemas com a guerra numa Paris com a realeza se exibindo no período de 1747 a 1844. Um relato linear do ponto de vista da personagem principal Sophie Duval. Não tem um relato envolvente, não tem nada que me prende à história ou aos personagens. Mas tenho que admitir que a escrita da autora é muito bem elaborada e sem deixar nenhuma ponta solta, tudo muito bem amarrado. Vale a pena conhecer outras obras dos autores que gosto. Farei isso mais vezes. =)

 

° .° Uma Aventura no Mar =)

 

z conves]

Duas semanas seguindo uma aventura com o autor John Boyne em seu livro O Garoto no Convés, com 492 páginas, foi surpreendente. A primeira surpresa foi com a narrativa bem humorada. Eu só tinha lido um outro livro do autor que foi baseado no holocausto e vi muitos blogueiros citá-lo como um autor dramático. Não gosto muito de ler dramas, evito. Então eu estava esperando um livro monótono e foi uma grande surpresa toda a aventura  do menino Tutu que vai para o navio pagar uma pena por ter tentado roubar um fidalgo. A história se passa em 1787 e é contada em primeira pessoa pelo garoto do título. São suas memórias, e conta partes dramáticas de sua vida nas ruas da Inglaterra do Séc. XVIII. Depois de entrar no navio, o garoto passa por todas as aventuras de quem vive no mar: detalhes de navegação, disciplina, superstição, motim, rebeldia. Ele começa como um garoto insolente e termina muito melhor, merecendo os parabéns. Não que eu tenho gostado da sua vingança. :/  Para escrever esse livro o autor se baseou no episódio real do motim do navio de guerra britânico HMS Bounty, em abril de 1789. A capa do livro tem fotografia de cordas de navio, com textura de cordas! Muito criativo.

Quer resenha? Clique Aqui. 

z conves1

Quero ler todos! =D

8501087505_8q

Brigas políticas, turbulências religiosas, traições e assassinatos são histórias que se passa em 1543 numa Londres decadente. O livro Revelação é o 4º da Série Histórica da Coleção Negra. Mas podem ser lidos separadamente. Do autor J.C. Sansom, com 699 páginas, este Thriller macabro é contado em primeira pessoa, onde temos apenas a visão do detetive/advogado em toda a trama. E muito bem desenvolvida, não dá pra adivinhar quem pode ser o assassino até o capítulo final! Existem cinco livros da série protagonizada pelo advogado Matthew Shardlake, um corcunda que decide ajudar na busca do assassino porque seu amigo foi morto em uma cena de um livro bíblico. Tem ação, uma pesquisa histórica muito boa, pessoas e fatos reais se misturando à ficção. Quer resenha? Clique Aqui. Ganhei esse, e espero “ganhar” os outros, porque o preço da série é absurdamente…horrível. ;(

Ou comprar usado. =)

 

Escrita Compartilhada #1

mapas05

Hoje vou falar de outros métodos de auxílio à escrita. Os  Mapas Mentais são estruturas que ajudam a organizar visualmente a história. consigo ver o começo, meio e fim, os personagens, as idéias. Nessa figura vemos o mapa mental do livro O Pequeno Príncipe. Mesmo quem não leu o livro, consegue responder questões a respeito da história através da leitura do mapa. Esses diagramas são montados da seguinte forma: A idéia principal é a raiz da árvore; o resumo da história é o tronco; a estrutura dos galhos pode se dividir em: personagens, tempo, cenários, plano de ação; as folhas dos galhos podem ser: características, locação, problemas, eventos, final. Então temos: Tronco – estrutura; raiz – tema; galhos – idéias; folhas – detalhes.

futurespence2-preview

O Storyboard  é um guia visual que narra através de desenhos rápidos e com poucos detalhes  as principais cenas de uma obra. Pode ser apenas como inicia cada capítulo ou as partes mais importantes da história. Você pode usar templates prontos pra isso.

storyboard

Escolha o tempo onde vai passar a história e desenhe algo que te lembra o tempo, por exemplo, se a história tiver um clima sombrio, desenhe uma nuvem escura, chuva.

Desenhe as locações dos personagens principais e secundários. A casa ou o local de emprego, ou a igreja.

Escreva a ação principal, aquela tentativa de resolver o problema, onde o evento principal, ou clímax, acontece.

Decida a finalização, as mudanças do personagem em bom e mau.

 

nanowrimo-logo

O NaNoWriMO é uma  ferramentas para ajudar no controle de quantas palavras foram escritas por dia e quanto falta para atingir a meta.  O National Novel Writing Month significa Mês Nacional de Escrever um Romance, então essa ferramenta te impulsiona a cumprir a meta de cerca de 1600 palavras por dia e atingir cerca de 50000 palavras em um mês, o tamanho de um livro. É bom para criar a disciplina de escrita, e como você não tem tempo de revisar, a sua meta é apenas o resultado final. Pode não sair um livro para ser publicado, mas te dá idéia do funcionamento da escrita, do enredo, dos personagens. Tem autores te dando dicas e você recebe um comprovante de participação, que te dá a sensação de “EU CONSEGUI”.

Continue escrevendo. Semana que vem tem mais! =D

Uma boa história =)

72213_27634_797-1

Quando um clássico é marcado como wish por vários leitores que tem o gosto parecido com o meu, tenho certeza de uma boa leitura. =)

Confesso que minhas expectativas estavam altas com O Vermelho e o Negro do Stendhal, 420 páginas. A história é boa, se passa em 1830 – um rapaz enviado pelo pai pra estudar e servir a vida religiosa, mesmo sem vocação, vai trabalhar como instrutor de latim para os filhos do prefeito, um completo idiota. O rapaz, outro idiota (o tradutor diz que é um dos personagens mais marcantes da literatura de todos os tempos.  :/ )  que acha que todos os ricos querem humilhá-lo, se envolve com a mulher do prefeito, uma completa idiota, que muito religiosa, cria histórias em sua mente para não se sentir pecadora.  Os moradores da cidade descobrem o “caso” e ele vai trabalhar em outra família, em outra cidade. Os filhos do rico Sr De La Mole são mimados e esnobes, como seus amigos que frequentam a casa, e pra se vingar o rapaz resolve se envolver com a moça, mas se apaixona. E termina em tragédia como as de Shakespeare. Quer resenha? Clique Aqui.
Existe uma história que Stendhal ía se suicidar, quando um editor viu o manuscrito deste livro e pediu para terminá-lo. Então ele decidiu terminar o livro primeiro e desistiu do suicídio mudando o nome para O Vermelho e o Negro. Mesmo com personagens que não me cativaram, eu gostei do texto. Se pensar no contexto em que foi escrito, no período em que passa a história….não – eu só queria ler uma boa história, e li. =)
Não vi o filme, mas estou curiosa.
vermelho_negro_filme2