ESCOLHENDO FILMES PARA DATA ESPECIAL ;)

Filmes para o dia das mães: para ver juntas, para relembrar, para comemorar, homenagear ou

para descansar depois do almoço do “Dia das Mães”! Deixando a tradução de lado, vamos aos filmes:

 

Minha Mãe é Uma Sereia (Mermaids, Richard Benjamin, 1990):  Rachel Flax (Cher é ótima) é uma dessas mulheres liberais que fazem o que têm vontade e, por causa disso, vive se mudando de cidade. Por outro lado, sua filha Charlotte é uma menina tímida e reprimida pela religião. Além disso, temos também Kate, a filha determinada a ser campeã de natação. Ao chegar em uma nova cidade, elas terão de lidar com toda a população local, uma nova rotina e as diferenças familiares, que se acentuam cada vez mais. Essa mamãe tenta lidar com os abismos criados dentro de sua própria casa e o preconceito de uma sociedade conservadora, por ser uma mãe solteira nada convencional.

 

 

“Mamma Mia! – O Filme” (2008):  Primeiro aconteceu na Broadway, usa canções da banda sueca Abba para contar a história de uma jovem (Amanda Seyfried) que, prestes a se casar, decide fazer sua mãe contar quem é seu pai. Ela então convida para a festa três ex-namorados de sua mãe (Meryl Streep, muito bem no papel) para pressioná-la a contar a verdade.

 

Tudo Sobre Minha Mãe (Todo Sobre Mi Madre, Pedro Almodóvar, 1999): Esteban vai fazer 17 anos, e tenta convencer sua mãe de que merece saber quem é seu pai, sofre um grave acidente e morre. A mãe resolve, então, correr atrás do pai e contar a ele sobre o filho e o acidente. Para tanto, ela terá que correr o circuito underground de Madri atrás do mesmo, enquanto consegue emprego com Huma Rojo, atriz preferida de seu filho. Uma mamãe diferente, mas muito legal, que ganhou um Oscar (Melhor filme estrangeiro).

“Juno” (2007): Ganhador do Oscar de roteiro adaptado, jUNO  (Ellen Page), é uma  jovem de 16 anos que, grávida, procura os pais perfeitos para adotar a criança. Durante a busca, Juno se aproxima de Mark e Vanessa Long (Jason Bateman e Jennifer Garner), um jovem casal com dificuldade para ter filhos.

A Troca (Changeling). Não tem “mãe” no título, mas é sobre uma mãe solteira, que em 1928 tem seu filho de 9 anos sequestrado. Anjelina Jolie no papel de mãe que vê a polícia lhe devolvee um outro menino, insistindo que se trata de seu filho. Ela resolve provar que aquele não é seu filho nesse drama dirigido por Clint Eastwood.

Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim 2013, este drama contemporâneo revela a relação de uma mãe (Luminita Gheorghiu) e seu filho (Bogdan Dumitrache) de 32 anos, que é acusado pela morte de um rapaz em um acidente de carro. A mulher busca evitar que ele seja indiciado por homicídio usando sua posição social e suas relações com a alta sociedade romena.

Divirta-se!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s