NADA SE CRIA, TUDO SE TRANSFORMA

As vezes, estamos lendo um livro e vem aquela sensação de já ter lido aquilo antes. Uma frase, uma descrição de um lugar, ou de um fato. Existem semelhanças entre textos, quando descrevem situações parecidas? Sim. Como um autor vai descrever uma batalha que se passa numa época em que ele nem existia, se ele não ler sobre o assunto, ou ver um filme? Isso se chama pesquisa, mas é o que vai ficar na mente na hora de descrever a ação. E aí, vem a diferença da cópia: todo mundo se “inspira’ em algo que leu, viu ou ouviu, para descrever situações nos livros de ficção.

Na web, existem vários aplicativos que mostram similaridades com textos. Esses aplicativos não podem ser levados à sério, porque se você escrever a história da sua vida lá, ele vai dizer “50% de similaridade”. Será que vão te acusar de plágio por escrever a própria história? 🙂 .

Na revista Carta Fundamental, Leda Cartum escrevendo sobre a polêmica semelhança com os livros “As Aventuras de Pi” de Yann Martel, e o livro do autor brasileiro Moacyr Scliar “Max e os Felinos”, diz que o próprio Scliar concordou que ‘se inspirar em uma ideia não significa plágio’, tanto que não houve processo judicial. Essas polêmicas resultam em curiosidade sobre as obras – para que possamos comparar e dar nossa opinião, claro! – e aumentaram a venda das obras.

Estou lendo As aventuras de Pi primeiro, para não ‘julgar’ como todo mundo que leu Scliar primeiro, até porque, já vi o filme. Nunca li esse autor canadense, mas já li livros do Scliar e gosto muito.

Só em ler o que a Cartum escreveu, eu já descartei a ideia de plágio: “são livros absolutamente distantes um do outro, com significados diversos para os animais. Para Max o jaguar simboliza  o terror…poder político… Para Pi, a relação com o tigre é de ordem religiosa… atribui a deus a explicação para encontrar-se no oceano com um tigre.” “Max cresceu em meio às peles de animais mortos da loja do pai; Pi cresceu no zoológico do pai. …tomam um navio…Max o faz pela pressão política, rumo ao Brasil. …Pi e a família…para fazer dinheiro no Canadá. Os dois navios naufragam, e os garotos se vêem sozinhos, num pequeno bote no meio do oceano, com um felino selvagem que pode atacar a qualquer momento.”

Deu curiosidade?! Vamos ler e discutir o tema?

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s