TRANSFORMAR A VIDA EM ARTE

Não são problemas,

são brainstorm

que quero que seja

Desafio pra minha arte.

Não são nuvens negras

Sobre minha cabeça.

São as tempestades no mar

que contrastam com o branco navio

que desliza no mar.

Pessoas indo embora?

São apenas passeios à beira mar

Como ondas que vão e vem,

Que trazem e levam.

Finanças que parecem sumir?

São investimentos

Em uma vida leve,

Uma vida simples

de viver bem e com pouco,

de se sentir livre e feliz.

Hipocrisia?

Não, realidade nua e crua,

que me ensinou que

não vale a pena chorar

pelo leite derramado,

Apenas transformá-lo em um lindo quadro

E pendurar sobre a lareira,

onde um vinho gostoso

me faz companhia…

DESAPEGO

 

mudança, tô mudando de mim,

pra me desapegar de você

Não quero ficar

também não quero ir.

Indo ou ficando,

alguma coisa mudou dentro de mim.

Já não quero ser mais eu,

Quero penas ser

Algo.

Alguém.

Quero ser importante

para alguém.

quando eu mudo,

só as boas lembranças que ficam.

Isso é bom-

Não quero levar amargura

quero mudar

de dentro de mim.

Não sei aonde vou me encontrar.

Talvez dentro de outro alguém…

Coração de vidro

Nas nuvens

Ouvindo você

passeando de mãos dadas,

segurando minha mão nas tuas mãos.

De repente o grito:

De dor de um coração partido,

Pobre coração de vidro!

Quando caí das nuvens,

Foi o primeiro a se partir,

Coração partido, quebrado

Em cacos.

Vou colar cada pedacinho

vai ficar remendado

Até que um novo amor

Cure as feridas, cicatrize

e não apareça nem as sobras

de um coração partido.

 

CONFISSÃO NUM DESABAFO

Você não é nada daquilo

Que quero pra mim.

Alguém muito distante

Do que realmente me toca.

E porquê essa insistência?

Porque quando estou perto,

Não quero te ver,

Nem falar com você.

Mas quando estou longe,

Te queria perto.

Penso e sonho com você,

Mas ao me aproximar,

Não é como em minha fantasia.

Então,

Mudo de idéia de novo.

e não sei o que quero.

Talvez queira que pense em mim,

Que se importe comigo,

Que goste de mim “de verdade”.

Agora não vou ter mais sua voz,

que eu detesto ouvir.

Não vou ter mais as palavras,

Que são ditas errôneamente.

Não vou ter ninguém,

Pra dividir o almoço.

Alguém que me faça questionar

A cultura da vida.

Alguém que me faça ter vontade de acordar.

De levantar de manhã,

Só para ouvir um “bomdia.

foi só pra isso que eu vim aqui.”

Seu formato não me atrai,

Nada em você faz meu tipo.

Mas quando

Seu olhar encontra o meu

É como se o mundo

Ficasse diferente.

É como se fosse,

Só eu e você.

E seu olhar fixo no meu,

Me diz sem palavra,

O que realmente importa.

Talvez não foi o momento certo,

Nem o tempo certo,

Ou o lugar correto.

Mas, certamente,

Você vai passear na minha mente

Por muito tempo.

Só escrevo isso pra saber

Em quanto tempo você vai se apagar

Pra sempre.

Tentei não ouvir

As vozes na minha mente.

Tentei ser indiferente

Ao meu coração descompassado.

Tentei não olhar pra você,

Tentei não te ouvir.

Eu não sabia o que eu queria…

E você se foi.

AMOR QUE SE FOI

Não quero descrer do amor

Vejo você chegar caminhando

Como se carregasse o mundo,

Arrastando os pés,

Curvando a cabeça.

 

Ouço sua voz

Como um sino insistente

Que não me deixa dormir.

Falo com você

Frases desconexas,

Conversas sem sentido,

Palavras que vão com o vento.

 

Seu olhar de repente encontra o meu.

Perigo. Silêncio.

Olhares presos, sem desviar.

E o momento se perde

Na interrupção de outro alguém.

 

Às vezes resolvo falar, mas paro.

Às vezes você começa, mas se arrepende.

E o silêncio chega

Deixando-me perdida.

 

Eu não sei o que está acontecendo

com o amor.

TESOURO ESCONDIDO

…agora já não tem mistério

penso muito no fato

O que se passou naquela época,

Trouxe nosso afastamento.

Um segredo em comum

é o que nos une hoje.

 

Único gesto espontâneo entre nós,

O tesouro secreto

Que eu supunha comum,

É unicamente meu.

 

Apesar de viver as mesmas aventuras,

Cada um só guardou,

O que elas tinham de cada um.

 

Evocá-las,

Jamais repetirá o milagre

De fazer com que se tornem

Um elo entre nós, se é que estivemos

Unidos algum dia…