PEDAÇOS DE MIM

Em nossas brigas

Quebramos copos,

Que se estilhaçam

Como nosso relacionamento.

Corações partidos…

Me tranco no quarto

O nosso quarto,

Que nesse momento é só meu

Meu momento

Meu quarto.

O único que ouve meu choro, meu amigo.

 

O vinho…

Bebo pra esquecer.

Bebo mais, sem querer.

Bebo pra afogar qualquer coisa

Que cresce dentro de mim.

Me embebedo.

 

Jogo fora os cacos e também suas cartas

Só guardo tuas lembranças,

Que por mais que eu queira,

O tempo não apagará.

 

Você vai embora

Esquece uma camisa,

Que eu visto pra te sentir

Teu cheiro, tua pele…

Quero arrumar minha vida:

Tirar tua camisa, me faxinar.

Quero derrubar meu prédio,

Construir outro castelo.

 

Nosso romance acabou.

Quero acabar de acabá-lo.

Não quero te ver voltando.

Não quero me arrepender.

Ninguém vai ceder…

Nem eu.

Nem você.

 

Ainda encontraremos um outro alguém

Eu, outro igual a você;

Você, alguém diferente de mim.

…mas que se importe…

 

08/03/90

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s