AMIGOS/AMANTES

Estou prisioneira do amor.

Entre cadeias, correntes de paixão,

Meu olhar faminto

De ver

Te ver.

Ando sem destino

Sem você.

Vago pelas estrelas

O universo é você, mais e mais distante…

 

Peço que fique

Aqui. Comigo.

Você rí: “ingênua!”…

Mas eu sigo,

Alguma força me arrasta.

Eu desconheço.

 

Amanheço me vasculhando

Dentro de mim

Procurando essa louca aventura

Passado e Futuro

Se tornam reais

Bem Presente.

 

E todas minhas dúvidas

Crescem

Dilatam

Imensos buracos.

Você é testemunha

De minha sede de vida

De amar.

 

Por um momento eu te alcanço.

Estendo-te a mão…Não!

Acordo lentamente

Volto das nuvens

Para os lençóis

E espero a noite

Para fechar os olhos

E sonhar contigo.

Pois, quando te encontrar

Seremos mais que amigos,

Amantes…

 

12/03/91

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s