O SILÊNCIO.

silent

Nesse mundo moderno, nesses horários malucos em que tudo éeeera pra ontem, sinto falta do silêncio. Há quanto tempo você nao ouve o barulho do vento nas frágeis follhas de uma roseira? Lembro que o caminho do portão até a casa da minha vó, tinha uma fileira de roseiras e a gente andava sentindo o aroma o jasmin e da flor de laranjeira. quando sentava na varanda que rodeava a sala e terminava na porta dupla da cozinha, dava pra ouvir o “farfalhar”  do vento nas folhas.

Agora só ouço o barulho do trânsito, a buzina dos carros, a campainha do telefone, o grito dos estressados, a musica (?) nos celulares, que quando eu tenho que desligar o cérebro pra dormir… os sonhos gritam…

Quero um pouco mais de silêncio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s